Reajuste de aluguel: como é calculado?

Os locatários sabem que nos contratos renovados, existe a possibilidade de reajuste do aluguel. Essa situação é bastante comum, mas alguns cuidados devem ser tomados ao concluir esse processo.

Confira neste artigo mais informações sobre como é calculado o reajuste do aluguel, além de outros pontos importantes que devem ser considerados.

O que é reajuste de aluguel

O reajuste de aluguel é uma atualização no valor do aluguel pago mensalmente. Conforme a lei sob o n 8.245/91 essa atualização deve acontecer a cada 12 meses.

Trata-se de uma medida que pretende corrigir o valor pago para que esteja entre os índices de mercado. O cálculo pode ser feito de forma justa entre as duas partes envolvidas.

O locador e o inquilino podem negociar um novo valor de locação, utilizar o índice de reajuste presente no contrato de locação e acrescentar ou modificar a cláusula de reajuste no contrato de locação se necessário.

Como calcular o reajuste

Calcular o valor do reajuste do aluguel usando os índices é muito mais fácil. Para esclarecer, vamos considerar o IGP-M, que atualmente é o mais utilizado nos contratos.

O cálculo é feito multiplicando o aluguel atual pago durante um período de um ano.

O IGP-M registrou alta de 1,82% em janeiro de 2022, conforme divulgação feita em 28/01 pela Fundação Getúlio Vargas.

No entanto, o acúmulo dos últimos 12 meses é calculado em 16,91%. Esta porcentagem deve ser transformada em um número decimal e somada a 1 (0,1691+1=1,1691).

Na prática, o cálculo pode ser feito da seguinte forma: se você pagar R$ 700 de aluguel, deve multiplicar por 1,1691 que permanecerá (700 x 1,1691) = R$ 818,37. Este será o novo valor do aluguel até o próximo vencimento do contrato.

Acima, temos um exemplo de como são feitos os cálculos, mas os índices gerais de preços e os cálculos são geralmente comunicados pelo mercado, portanto os índices podem variar.

Em março de 2022, o índice subiu 1,74%. Com esse resultado, o índice acumulou alta de 5,49% no ano e de 14,77% em 12 meses. Em março de 2021, o índice subiu 2,94% e acumulou alta de 31,10% em 12 meses.

_________________

O reajuste do aluguel é um procedimento essencial na relação inquilino locador, por isso precisa ser feito com cuidado e atenção.

Para facilitar esse processo, recomendamos que o contrato seja realizado com o auxílio de uma imobiliária. Dessa forma, tudo já estará descrito no documento, e a imobiliária fará os cálculos.

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato com a Tendo Imóveis!