Tipos de garantia locatícia. Qual o melhor pra você?

Você já ouviu falar em garantia de locação de imóvel? Este termo está vinculado à proteção da relação entre o proprietário e o inquilino, garantindo que os valores sejam pagos corretamente.

Assim, você poderá fechar um acordo com mais segurança e tranquilidade, mesmo sendo proprietário ou inquilino.

Neste post, falaremos sobre os tipos de garantias locatícia para te ajudar a escolher qual é a mais vantajosa para você. Confira!

Garantia locatícia com fiador

Procurar por um fiador é uma dos costumes mais comuns na hora de fazer uma garantia locatícia. O fiador é contratado em cerca de 45% dos contratos de aluguel.

Dessa forma, o proprietário do imóvel fica protegido caso o inquilino não pague o aluguel, pois o fiador será cobrado se ele não tiver condições de arcar com suas despesas.

No entanto, muitos interessados em alugar um imóvel não conseguem encontrar alguém para ser fiador, pois é necessário que este possua um imóvel quitado e sem irregularidades, localizado em qualquer região do Brasil (sujeito a alteração, dependendo da exigência da imobiliária).

Nesses casos, há outros possibilidades. Veja a seguir:

Seguro fiança

Para quem não encontrou um fiador e não tem condições de pagar o caução, contar com o seguro fiança é uma excelente opção.

Nessa modalidade, o locatário deve procurar uma instituição financeira que ofereça esse serviço e contratar uma apólice que terá como beneficiário o proprietário do imóvel.

Em caso de inadimplência, a seguradora é quem fica responsável por ressarcir o locador do imóvel.

Fora o valor do aluguel, essa garantía locatícia também pode incluir:

  • Taxa condominial;
  • IPTU;
  • Gastos com ação de despejo.

Normalmente, o valor do seguro fiança é de dois a três meses de aluguel. No entanto, pode ser parcelado em até 12 vezes.

Garantia locatícia com título de capitalização

Nesse tipo de garantia locatícia, o inquilino adquire um título de capitalização, que pode ser utilizado em caso de inadimplência.

Este serviço pode ser contratado com uma seguradora, que reterá o valor da garantia por um período pré-estabelecido em uma conta. O valor dependerá do custo do aluguel e demais encargos, como IPTU e condomínio.

É uma opção muito boa, pois funciona também como uma espécie de poupança, já que se o inquilino não cometer infrações e cumprir suas obrigações, ele poderá resgatar a totalidade do valor do título de capitalização ao final do contrato de locação.

Caução hipotecária

Ao alugar uma casa, muitas pessoas fazem uma caução hipotecária. Em caso de inadimplência do inquilino, o imóvel fornecido como caução (ou seja, como garantia) pode ser transferido para o proprietário e cobrirá todos os aluguéis não pagos e outros custos, como danos/reparos materiais.

Essa modalidade de garantia locatícia não é muito comum, já que pessoas com sua casa própria normalmente não moram de aluguel. Mas, é uma possibilidade!

Por fim, se não houver dívida relacionada com o arrendamento, ao término do contrato, deve ser emitida uma carta para cancelar a hipoteca no cartório e liberar o imóvel da restrição.

Quer mais segurança? Alugue com uma imobiliária experiente!

Agora que você conhece os principais tipos de garantias de aluguel para imóveis, avalie qual é o mais adequado ao seu perfil.

Fora as garantias locatícias, a melhor forma de garantir a sua segurança na hora de alugar imóveis é contratar uma imobiliária responsável. Entre em contato!