Financiamento imobiliário direto com a construtora: Como fazer?

O financiamento imobiliário direto com a construtora pode ser muito vantajoso. Essa modalidade envolve menos intermediários como despachante, consultoria ou assessoria imobiliária, que acabam deixando o processo mais caro.

Além disso, financiar direto com a construtora é menos burocrático, levando em consideração que estas são menos criteriosas do que as instituições financeiras.

Se você está pensando nessa possibilidade para adqurir seu novo imóvel, continue a leitura. No post de hoje vamos te contar como esse processo funciona.

Como funciona o financiamento pela construtora?

As construtoras costumam financiar os imóveis na planta ou que ainda estão em construção. Nessa situação, o comprador precisa dar um valor de entrada, que costuma ser de 30% a até 40% do valor da propriedade. Em seguida, ele parcela o saldo restante que deve ser quitado até a entrega das chaves.

No entanto, é importante ressaltar que as condições de pagamento podem variar de acordo com a construtora em negociação. Então não há uma regra específica.

Isso acontece por que ao contrário dos bancos, elas não estão sujeitas às regras estritas do Sistema Financeiro Habitacional. Portanto, possuem autonomia para definir suas próprias condições de financiamento.

Ainda, vale alertar que nada impede que a construtora financie imóveis que já estejam prontos ou até mesmo usados – embora na planta seja mais comum.

Qual a desvantagem do financiamento com a construtora?

No geral, o financiamento imobiliário direto com a construtora costuma ter prazos mais curtos para pagamento em relação as instituições bancárias, e as parcelas são mais altas.

Entretanto, essa pode ser a única alternativa de quem teve o financiamento negado pelo banco.

Quais cuidados eu preciso ter na hora de fazer o financiamento imobiliário direto com a construtora?

Como você pode ver, financiar seu imóvel direto com a construtora pode ser muito tentador. Mas, é importante tomar alguns cuidados para garantir que você não saia no prejuízo. Confira a seguir:

  • Tenha certeza que você está negociando com uma empresa idônea e sólida;
  • Faça uma pesquisa sobre a construtora ou incorporada no IDEC, PROCON, e até mesmo em sites de avaliação como o Reclame Aqui.

Por fim, a aprovação de um financiamento pela construtura costuma ser bem mais rápida em comparação aos meios tradicionais.

Você também pode se interessar por esses artigos: